5 lugares que valem a pena conhecer na Zona Norte

No blog do Visite São Paulo você encontra o que fazer na cidade, com ideias para passeios, melhores programas culturais, teatros, museus, showsexposiçõesdiversão para hoje, amanhã e final de semana, para crianças e adultos, pagos ou gratuitos e muito mais. Afinal, São Paulo é Tudo de Bom!

1 Museu do Transporte Público

Isso mesmo. Transporte público também merece museu e visitar o museu dos transportes é uma volta ao passado. Inaugurado em 1985, o museu foi iniciativa do ex-funcionário da Companhia Municipal de Transportes Coletivos, Gaetano Ferolla. Ao longo do tempo a coleção foi enriquecida por doações de colecionadores e instituições. São elas as responsáveis por evocar a aura romântica da cidade no século XIX.

A década de 20 é lembrada nos bancos e luminárias e até um bonde de areia que ficam no jardim de entrada. Já o ônibus “Double Decker”, inspirado nos famosos ônibus londrinos de dois andares, leva o visitante aos anos 80, época em que circulou pelas ruas de São Paulo. Quem hoje cruza a cidade de um lado para outro nos atuais coletivos precisa saber como isso era feito antes.  Museu dos Transportes. Horários: de terça a domingo, das 9h às 17h.  Avenida Cruzeiro do Sul, 780 – Canindé – próximo à estação Armênia. Tel.: 3315-8884 (visitas monitoradas). Preço: entrada franca. www.sptrans.com.br/museu

Museu_do_Transporte_Publico_Gaetano_Ferolla

2 Parque da Juventude

O Parque da Juventude mudou a paisagem da zona norte da cidade de São Paulo, ao substituir o Complexo Penitenciário Carandiru por uma área de lazer e entretenimento ao ar livre. O presídio, inaugurado em 1956, foi durante 46 anos o maior da América Latina, chegando a alojar mais de oito mil presos. O famoso massacre de 111 presos durante uma rebelião em 1992 foi um fato marcante que levou à decisão de desativar o presídio, que acabou parcialmente demolido em 2002. O projeto do parque contemplou as três grandes áreas hoje existentes no parque: esportiva, central e institucional. A terceira e última fase do projeto foi concluída em 2007. Localizado entre grandes avenidas da zona norte da capital paulista e ao lado da estação do metrô Carandiru, o parque possui ampla área verde, instalações para práticas de esporte, áreas de lazer e entretenimento para pessoas de todas as idades, espaço canino e grande área aberta para a realização de shows e eventos. Além disso, foram mantidos grandes referenciais históricos da época em que o espaço abrigou o Complexo Carandiru, como muralhas e ruínas de celas do presídio; e a oficina de trabalhos manuais transformada no ginásio do parque e que abriga hoje uma academia. Além disso, os pavilhões 4 e 7 foram transformados em duas grandes Escolas Técnicas (ETECs). No final de 2008, o Parque da Juventude foi considerado o segundo melhor parque de São Paulo em pesquisa realizada pelo Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia. Hoje, recebe uma média de 200 mil usuários por mês. Parque da Juventude. Avenida Cruzeiro do Sul, 2.630,(ao lado do metrô Carandiru). Santana

 

 

 

 

Parque da Juventude
Caio Pimenta/SPTuris

3 Horto Florestal

Um oásis de tranquilidade. Localizado em área urbana, o Horto Florestal foi criado em 1968 e possui 187 hectares de área. O parque possui uma rica representatividade de Mata Atlântica, algo raro na capital paulista, e possui áreas de lazer, lagos e bicas. Lá é possível encontrar espécies exóticas de eucalipto e até pau-brasil. Entre os animais, você pode ver tucanos, maritacas, esquilos e capivaras. Por ser uma área de Proteção Ambiental para contemplação, não é permitida a entrada de bicicletas, patins, skates ou animais domésticos. Parque Estadual Horto Florestal.Horário de funcionamento: de segunda a domingo, das 6h às 18h.
End.: Rua do Horto, 931 – Horto Florestal – zona Norte – São Paulo. Tel.: (11) 2231-8555

 

4 Parque Lions Clube

Com pista de corrida e caminhada, playground. paraciclo, quadras poliesportivas, quadra de areia, estares, gramado para piquenique, churrasqueiras, sanitários, o Clube Lions ainda conta com Bosque da Leitura (SMC) e Gol de Letra, às segundas e quartas-feiras das 8h às 17h. O parque tem vegetação composta por gramados, áreas ajardinadas, bosques heterogêneos, arborização esparsa e conjuntos de palmeiras. Ótima opção para relaxar, descansar, levar os filhos e ter um pouco de contato com a natureza. Parque Lions Clube, Rua Alcindo Bueno de Assis, 500 – Tucuruvi,  Funcionamento: 6h às 18h. Telefone: (11) 2203-5837

 

 

5 Biblioteca de São Paulo (BSP)

Aqui era uma penitenciária. Isso mesmo. Depois do chamado “massacre do Carandiru”, a penitenciária que acolheu criminosos saiu de cena e entrou a Biblioteca de São Paulo (BSP). Com um acervo de 39.600 itens, entre livros, jogos, revistas, DVDs e jornais, o espaço recebe anualmente cerca de 300 mil pessoas interessadas nas mais de 920 atividades realizadas, que incluem leitura, oficinas, cursos, exibições de filmes e espetáculos.
Inaugurada em 2010, a biblioteca é parte do projeto de revitalização urbana no terreno em que funcionou a Casa de Detenção de São Paulo, conhecida como Carandiru. Ocupa uma área de mais de quatro mil metros quadrados, dentro do Parque da Juventude, e é equipada com móveis confortáveis e ergonômicos, tais como pufes e sofás, de forma a estimular a leitura no local. A biblioteca é, com certeza, uma das melhores da cidade, com livros tradicionais ou em formatos acessíveis (braille, audiolivro), DVDs, CDs, além de jogos. Em um ambiente acolhedor, com muita cor e mobiliário confortável, a BSP disponibiliza computadores para o público acessar a internet (gratuitamente, durante 120 minutos diários), ver filmes, ouvir música, brincar com jogos de tabuleiro e também relaxar nas suas várias áreas de convivência, lendo livros, revistas ou jornais. Oferece acervo de DVDs e tecnologias para leitura – como equipamentos que possibilitam a leitura de livros eletrônicos e outras mídias digitais. Com mobiliário especial para cadeirantes (mesa de altura regulável e adaptável) e de equipamentos para auxiliar a leitura de deficientes visuais (cegos ou pessoas com baixa visão), como lupa eletrônica e computadores com leitores de tela. A ambientação oferece ao público um espaço acolhedor e aconchegante, como convite para a leitura. Biblioteca de São Paulo (BSP) Av. Cruzeiro do Sul, 2.630, Santana,
(ao lado da Estação Carandiru do Metrô)

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *