Entrevista com o Chef Jean Chistophe – Restaurant Taste It Food & Lounge

A metrópole mais badalada do país recebe pela 22ª vez a São Paulo Restaurant Week, um dos mais importantes eventos gastronômicos da América Latina.Neste ano o maior evento gastronômico de São Paulo e um dos mais importantes da América Latina, a Restaurant Week, homenageará os países participantes do maior torneio futebolístico do ano. O tema será a gastronomia internacional, onde chefs de todo o Brasil terão a liberdade para trabalhar com ingredientes comuns dos países classificados para o campeonato. Está é a 22ª edição realizada em São Paulo e acontece entre os dias 30 de março a 22 de abril.
Ao todo são mais de 200 restaurantes participantes que contam com menus inéditos preparados com ingredientes especiais das 32 nações.O tema permitirá que os apreciadores da boa gastronomia e torcedores fanáticos façam uma viagem gastronômica, tendo contato com a riqueza culinária de diferentes povos e culturas espalhadas ao redor do globo.

 

O VISITE SÃO PAULO realizou entrevista com Chef Jean Chistophe responsável pela cozinha do Restaurant Taste It Food & Lounge.

O Chef Jean conta que sua paixão por cozinhar surgiu de forma natural ao acompanhar sua avó na cozinha. Ele é formado em Direito e Relações Internacionais, porém o desejo de cozinhar falou mais alto e voltou para gastronomia. Jean voltou a escola para concluir o curso profissionalizante na França.

 

Confira abaixo a entrevista cedida ao VISITE SÃO PAULO:

Como surgiu a ideia de seguir a profissão de chefe de cozinha?

Eu diria de forma natural através do contato de minha avó que, assim como a irmã dela, era cozinheira. Passei muitas manhãs de minha infância acompanhando ela no mercado, na horta da casa. Assim como cozinhando ou pelo menos tentando cozinhar com ela.

Inicialmente, não segui estudos orientados para a culinária como um de meus primos que se torno Chef de Cozinha, eu estudei relações e direito internacional, porém de forma natural eu diria que a Gastronomia voltou obviamente na minha vida quando eu descobri que eu não estava feliz no meu dia a dia profissional. Eu voltei à escola para seguir o curso profissionalizante em Gastronomia na França.

 

Quais são as suas referências culinárias que servem de inspiração? Por quê?

Vários temas temperam meu quotidiano, Wellness, Mindfullness, Arte, Família e Viagem. Eu diria que tento criar pratos saudáveis pela escolha e combinações dos alimentos que proporcionam um momento de pausa no tempo quando estão sendo saboreados, estéticos pelo visual ou escolha da porcelana para apresentar eles, cuja experiência gustativa possa ser dividida com famílias e amigos e que remetem sempre a um destino geográfico ou uma lembrança de viagem.

 

Como é feita a escolha do prato participante do Restaurant Week?

Com os pontos acima citados assim como se alinhando com o projeto que foi definido para o novo formato do IT: Bistrô Paulistano

Comente sobre o prato escolhido para o Restaurant Week e cite a principal, ou as principais características?

O menu deste ano se encaixa dentro de um projeto que será servido durante esta temporada para o restaurante IT do Pullman Ibirapuera: Bistrô Paulistano.

Por ser europeu, embora já faz 12 anos que moro no Brasil, quando cheguei nos primeiros momentos e ainda hoje, as vezes eu escolho por opções gastronômicas que eu chamaria de conhecidas e confortáveis.Muitas vezes eu acabo comendo pratos já que fazem parte de minha cultura gustativa e francesa. Imagino que números de nossos hospedes tem tendência a comer o que é familiar e seguro para eles, quando eles se hospedem no Brasil, assim demostram a nossas vendas no IT. Também acredito na curiosidade deles em descobrir novos produtos locais mas sem se arriscar muito.Nesse sentido eu fui imaginar, já a alguns meses, em conjunto com os mandatórios da marca Pullman, criar e propor para vocês essa proposta de projeto de A&B.Obviamente sendo as premissas desse projeto, eu foquei na cultura do bistrô francês, mas como tudo mundo sabe no mundo inteiro tem proposta semelhante aos bistrô porém não tendo nome de bistrô (Tratoria para Itália, Taverna para Alemanha, etc…).Temos ótimos restaurantes modernos e contemporâneos Brasileiros tal como DOM, Mocotó, Brasil ao Gosto, Tordesilhas e etc., mas no meu conhecimento nenhum Bistrô Paulistano utiliza insumos locais e ou regionais em receitas genuínas de Bistrô.

Além disso, junto com reforma do novo IT, acredito que propor uma oferta de Bistrô, durante esses festivais ao longo de 2018 refletiria perfeitamente a imagem de lugar de encontro interativos para todos que o Pullman representa.

Qual a principal diferença do Restaurant Week comparado com outros festivais gastronômicos?

Notoriedade

O tema desse ano é Copa do Mundo, é uma grande oportunidade de apresentar a riqueza diferentes povos e culturas espalhadas ao redor do mundo. Quais foram as referências para você montar os pratos?

A convivência e trabalho num hotel pode ser comparado a uma Copa do mundo. Todos os dias liderar com varias culturas nacionalidades e atingir um serviço de excelência

Você acredita que com essa proposta de apresentar diferentes culinárias existentes pelo mundo possa surgir um novo prato para seu restaurante?

Já esta sendo feito através deste projeto que será apresentado no restaurante week

Dentro dos países participantes da Copa do Mundo, qual culinária você tem a curiosidade de explorar?

Rússia, Islândia.

Quais são suas expectativas com a 22°Edição do Restaurant Week?

Ter o mesmo sucesso e divulgações que a anterior

As pessoas aproveitam o Restaurant Week para conhecer diversos restaurantes por um preço fixo. Quando o cliente chegar ao seu restaurante o que ele irá encontrar? E qual o ponto que fará ele voltar?

Feel Welcome, se sentir surpreendido e em casa. A qualidade de nossa proposta e atendimento.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *