Peça O Nome Dela é Valdemar estreia em São Paulo

“O NOME DELA É VALDEMAR” é uma comédia de costumes do conceituado dramaturgo brasileiro, Aziz Bajur. Um espetáculo que retorna aos palcos de São Paulo para uma nova temporada, agora com Silvetty Montilla no papel título, no Teatro Brigadeiro, aos Sábados às 21h, a partir de 28 de julho.

O espetáculo é dirigido por Eduardo Moreno, com direção de arte de Tay Lopes, que apropriam-se dos elementos dos anos 80 e da Pop Art para dar vida aos personagens e contar esta divertida história sobre amor, respeito e diversidade.
Com uma linguagem, tom e ritmo próprios do Teatro de Costumes, o texto retrata os mistérios e segredos de tantos, que como Valdemar, abandonam suas antigas vidas e veem para a capital paulista em busca de um sonho. E o sonho de Valdemar, era se tornar “Désirée”. sonho que se torna também seu grande segredo.

De forma engraçada, Aziz Bajur retrata um assunto polêmico e atual: a dificuldade de alguns em assumirem sua sexualidade e o preconceito da sociedade e principalmente da família.

SINOPSE

Em um apartamento no centro de São Paulo mora VALDEMAR (Silvetty Montilla), nome de batismo, que é apenas do conhecimento da família, para todos os outros ele é ela, ‘DéSIRée’, uma famosa e bem sucedida Vedete. Com ela também vivem MÁRCIO (Raphael Fallcão), seu namorado e sua empregada GIGI (Marcello Iazzetti).

Valdemar é natural de uma pequena cidade do interior de Minas Gerais, fruto de uma tradicional família, que jamais soube de sua vida dupla, mas a chegada de um primo, DESIDÉRIO (Marcos Paulo Moreira) pode botar tudo a perder. Desidério vem a mando dos pais trazendo uma herança para Valdemar, e quer aproveitar a oportunidade para aprender a ser homem com o primo que tem fama de machão.

Para não ser descoberta, ‘Désirée’ tenta enganar o caipira que acaba revelando segredos de sua antiga vida, deixando a personagem à mercê de sua maldosa empregada. Muitas confusões acontecem, e a chegada de sua Tia Finoca (Delurdes Moraes), uma senhora carola e quase cega, só piora tudo, provocando as mais diversas, insólitas e hilárias situações.

Silvetty Montilla

Silvetty Montilla é uma das mais famosas Drag Queens do país, considerada uma das maiores Artistas da noite LGBT+ brasileira. Além disso, também atua, canta, apresenta, é humorista e repórter. Ao longo dos 31 anos de carreira, Montilla participou de diversas peças teatrais, destacando-se o musical “Cartola”, além de se apresentar assiduamente nas principais boates gays de São Paulo e de fazer participações em programas de televisão, como o “TV Fama”, “Eliana”, e o humorístico “Toma Lá, Dá Cá”. Em 2013 e 2014 esteve fixa no elenco do grupo de comédia “Terça Insana”, fazendo diversos shows no Brasil. Nos dias de hoje, se dedica cada vez mais ao teatro e aos clubes de comédia, tendo lançado em 2015 uma peca de stand-up própria, O “Segunda Dose de Montilla”. Também está a frente do reality show “Academia de Drags”, via youtube, que já teve duas temporadas e mais de 2 milhões de visualizações. Gravou dois álbuns, além de ter um programa de web rádio na Flex FM.

FICHA TÉCNICA
Texto: Aziz Bajur
Elenco: Silvetty Montilla, Marcello Iazzetti, Marcos Paulo Moreira e Raphael Fallcão
Atriz convidada: Delurdes Moraes
Cenografia: Efrem Duarte e Luiz Cláudio Terra
Iluminação e Coreografia: Paulo Perez
Trilha Sonora: Fernando Zuben
Comunicação Visual: Eric Aguiar
Fotos: Jerônimo Gomes
Produção Executiva: Marcello Iazzetti e Vinícius Canela
Direção de Produção e de arte: Tay Lopes
Direção Geral: Eduardo Moreno
Produção: Ibrahin Produções
Realização: CLIC Produções

SERVIÇO
Teatro Brigadeiro
Av. Brigadeiro Luís Antônio, 884 – Bela Vista
Tel.: (11) 3115-2637
Sábados às 21h
Estreia 28 de julho
Ingressos: R$ 60,00
http://www.tudus.com.br
Reservas de grupos (21) 98115-4040 (whatsapp)
Duração: 80 minutos
Classificação indicativa: 14 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *