Série Quartas Musicais traz concerto, dança e coro para o Theatro Municipal em outubro

A série Quartas Musicais, sempre gratuita, que ocorre às 18h, no Theatro Municipal de São Paulo, instituição da Secretaria Municipal de Cultura, está com programação bastante variada em outubro.

No concerto do dia 3, o pianista José Arthur faz recital com Variações Sobre um Tema de Paganini op. 35, de Johannes Brahms, Ballade op. 23 nº1 e Ballade op. 38 nº2, de Frédéric Chopin, Sonatina e Ondine, de Maurice Ravel e, para encerrar, Estudos op. 39 nº3, 4 e 9, de Sergei Rachmaninoff.

Alunos do Ateliê Contemporâneo da Escola de Música e da Escola de Dança do Theatro Municipal de São Paulo se encontram com o público no Salão Nobre, em 24 de outubro, para apresentar A História do Soldado, de Igor Stravinsky, obra que completa 100 anos em 2018 e, nas palavras do próprio compositor, marca sua “ruptura com a escola de música russa”.

Para fechar o mês, em 31 de outubro, o Coro Adulto da Escola Municipal de Música, sob a regência de Maíra Ferreira e acompanhado pelos pianistas Miriam Braga e Juliano Kerber, interpreta He Watching Over Israel do Oratório Elias, op. 70, de Felix Mendelssohn, Cantique de Jean Racine, de Gabriel Fauré, trechos de Neue Liebeslieder Waltzes, op. 65, de Johannes Brahms, e Cancioneiro de Lampião, de Marlos Nobre, entre outras obras.

A retirada dos ingressos deve ser feita uma hora antes início das apresentações. Os artistas que se apresentam nas Quartas Musicais fazem parte da Escola de Música e da Escola de Dança do Theatro Municipal de São Paulo que pertencem à Fundação Theatro Municipal de São Paulo.

Diretoria de Formação
Todas essas séries são organizadas pela Diretoria de Formação da Fundação Theatro Municipal de São Paulo. O objetivo é articular e promover a interação das atividades artístico-pedagógicas e administrativas dos setores que a compõem: a Escola de Música do Theatro Municipal de São Paulo, a Escola de Dança do Theatro Municipal de São Paulo e a Orquestra Experimental de Repertório.

A Diretoria de Formação também trabalha de forma constante em prol do estabelecimento de intercâmbio de suas escolas, grupos e alunos, com as atividades artísticas profissionais no Theatro Municipal de São Paulo, além de outras instituições educacionais e culturais, por meio da participação dos grupos artísticos em apresentações, produções, ensaios e masterclasses.

Quartas Musicais no Theatro Municipal
Local: Theatro Municipal de São Paulo – Salão Nobre
Capacidade: 200 lugares
Ingressos: Grátis. Retirada de ingressos na bilheteria com uma hora de antecedência.
*Não será permitida a entrada após o início da apresentação

Recital de Piano
José Arthur – piano
Variações sobre um tema de Paganini op. 35 | J. Brahms
Ballade op. 23 nº1 | F. Chopin
Ballade op. 38 nº2 | F. Chopin
Sonatina | M. Ravel
Ondine | M. Ravel
Estudos op. 39 nº3, 4 e 9 | S. Rachmaninoff

Sinopse: Neste recital de piano, José Arthur apresenta obras de grandes compositores como Johannes Brahms e Maurice Ravel, grátis, no Salão Nobre.
Data: Quarta-feira, 03/10, 18h.
Duração: Aprox. 60 min.
Classificação Indicativa: Livre (recomendado para maiores de 7 anos)

Ateliê Contemporâneo da Escola de Música do Theatro Municipal de São Paulo
Alunos da Escola de Dança do Theatro Municipal de São Paulo
A História do Soldado | Igor Stravinsky
Data: Quarta-feira, 24/10, 18h.
Duração: Aprox. 60 min.
Classificação Indicativa: Livre (recomendado para maiores de 7 anos)

Coro Adulto da Escola Municipal de Música
Maíra Ferreira – regência
Miriam Braga e Juliano Kerber – piano
“He Watching Over Israel” do Oratorio Elias, op. 70 | F. Mendelssohn
Cantique de Jean Racine | G. Fauré
Neue Liebeslieder Waltzes, op. 65 | J. Brahms
VII. Vom Gebirge Well auf Well
XII. Schwarzer Wald
Cancioneiro de Lampião | M. Nobre
I. Muié Rendêra
II. É lamp´, é lamp´, é lampa
III. Cantigas de Lampião
Sure on This Shining Night | S. Barber
A Boy and a Girl | E. Whitacre
Indianas n°1 | C. Guastavino
I. Gala del día (Arturo Vázquez)
II. Quién fuera como el jazmín (León Benarós)
IV. Viento Norte (Guiche Aizenberg)
VI. Una de dos (Juan Ferreyra Basso)
Suíte Nordestina | R. Miranda
I. Morena Bonita
II. Dendê trapiá
III. Bumba chora
IV. Eu vou, eu vou
Data: Quarta-feira, 31/10, 18h.
Duração: Aprox. 60 min.
Classificação Indicativa: Livre (recomendado para maiores de 7 anos)

Theatro Municipal de São Paulo
O Theatro Municipal de São Paulo faz parte da Secretaria Municipal de Cultura. Em 27 de maio de 2011, o Theatro Municipal de São Paulo foi transformado de departamento da Secretaria Municipal de Cultura em Fundação de direito público, com um corpo artístico formado pela Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, Coro Lírico Municipal de São Paulo, Balé da Cidade de São Paulo, Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo, Coral Paulistano, Orquestra Experimental de Repertório, Escola Música do Theatro Municipal de São Paulo e pela Escola de Dança do Theatro Municipal de São Paulo, tendo como espaços o Theatro Municipal, a Central Técnica do Theatro Municipal e a Praça das Artes.

Inaugurado em 12 de setembro de 1911, o edifício inspirado na Ópera Garnier, em Paris, tem a assinatura do arquiteto Ramos de Azevedo e projeto interno dos italianos Cláudio Rossi e Domiziano Rossi. Além de receber grandes nomes mundiais da música e da dança como Enrico Caruso, Maria Callas, Francisco Mignoni, Duke Ellington, Ella Fitzgerald, Isadora Duncan, Nijinsky, Nureyev e Baryshnikov; o Theatro também foi cenário de um dos principais eventos da história das artes no Brasil, a Semana de Arte Moderna.

Nos quase 107 anos do Theatro Municipal, três grandes reformas marcaram as mudanças e renovações do prédio: a primeira delas, em 1954, criou novos pavimentos para ampliar os camarins, reduziu os camarotes e instalou o órgão G. Tamburini; a segunda, de 1986 a 1991, e para celebrar o centenário, a terceira reforma, mais complexa que as anteriores, restaurou o edifício e modernizou o palco.

Instituto Odeon
O Instituto Odeon é o gestor do Theatro Municipal de São Paulo. Com mais de 20 anos de atuação na área da cultura, o Instituto se destaca pela gestão do Museu de Arte do Rio – MAR, no Rio de Janeiro, além de consultorias ao Governo do Pernambuco e Prefeitura de Porto Alegre, produção de espetáculos de teatro e idealização e gestão de diversos projetos socioculturais. A instituição assumiu em 1º de setembro a gestão do corpo artístico formado pela Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, Coro Lírico Municipal de São Paulo, Balé da Cidade de São Paulo, Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo, Coral Paulistano Mário de Andrade e Orquestra Experimental de Repertório e dos espaços Theatro Municipal, Central Técnica do Theatro Municipal e Praça das Artes.

Contatos para a Imprensa | Theatro Municipal de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *