Acompanhe como foi a 22° Parada do Orgulho LGBT em SP

 

 

Chuva? Frio? Quem liga! Teve fervo e luta no domingo (3) na Avenida Paulista. A Parada do Orgulho LGBT, em São Paulo, nunca decepciona e continua sendo o maior evento da comunidade no mundo. E o tema deste ano são as eleições: “Poder pra LGBTI+, Nosso Voto, Nossa Voz”. Uma pauta política, inspiradora e necessária, já que dos 581 parlamentares, apenas um é assumidamente homossexual e poucos políticos abraçam as causas LGBTI+ em suas plataformas.

E se a festa máxima culminou no domingo chuvoso, a programação deste ano começou logo no primeiro dia do feriadão com a 18ª Feira Cultural LGBT de São Paulo, seguido de bate-papo sobre literatura e até uma Cãominhada na quinta (31). Na sexta, foi a vez do 18º Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade 2018 e no sábado (2) foi o dia de ferver no Milkshake festival Brasil 2018, o maior festival de cultura LGBT do mundo. E teve show de Pabllo Vittar, Gretchen e Preta Gil.

De acordo com a organização oficial do evento, cerca de três milhões de pessoas estiveram presentes. Um dos momentos mais marcantes foi quando a arquiteta Mônica Benício, viúva da vereadora Marielle Franco, subiu para discursas em um dos 18 trios da Parada do Orgulho LGBT.

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo estimou uma perda de R$ 104 milhões no faturamento com o turismo neste feriado. O número oficial de participantes no evento não foi divulgado.

 

Fonte: Último Segundo – iG @ http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2018-06-03/parada-orgulho-lgbt-2018.html

Fonte : https://mdemulher.abril.com.br   

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *